quarta-feira, junho 15, 2016

Ergo Proxy

(Não encontrei uma tradução para o título)


Ficha Técnica
Anime
  • 23 episódios.
  • Estreou em Fevereiro de 2006 pela Manglobe.
  • Dirigido por Shukou Murase com roteiro de Dai Satou.
  • O tema de abertura é “Awakening”, interpretado por Ike Yoshihiro. O tema de encerramento é “Paranoid Android”, do Radiohead.
Fonte: Wikipedia
Esse é um daqueles animes difíceis de entender, que você tem que assistir duas vezes. Mais até que isso! Os detalhes da história são dados aos poucos e você nem percebe do que se trata até chegar no final e bom... aí já acabou. Vou tentar explicar um pouco a história desse anime.

Ergo Proxy se passa em um futuro pós-apocalíptico. O mundo está devastado e a vida humana só existe dentro de redomas mantidas artificialmente. Robôs, denominados AutoReivs, realizam inúmeras tarefas nessa sociedade. Eles existem para servir aos humanos. Mas tudo isso você só entende depois de um tempo assistindo.


A protagonista, Re-l Mayer, é uma detetive que investiga o caso do vírus Cogito, que afeta os AutoReivs dando a eles um tipo de consciência, permitindo que se rebelem contra os humanos. Acho que você já deve ter visto histórias parecidas com isso antes.

Durante a investigação, Re-l acaba encontrando um “monstro” humanoide que parece o responsável por inúmeras mortes. Depois ela descobre que esse monstro se chama Proxy e está sendo caçado pelo governo.

Abertura

De alguma forma, o segundo protagonista, Vincent Law, um imigrante que “cuida” de AutoReivs infectados, está sempre sendo perseguido pelo Proxy. Isso coloca ele na trama central do anime.

Ergo Proxy é a busca de Re-l e Vincent pela verdade por traz do Proxy e da criação das redomas em que os humanos vivem.

Obvio que muito mais acontece. O anime é cheio de referências filosóficas e faz você pensar um pouco sobre a nossa própria existência.

Não quero falar muito mais sobre a trama para não jogar spoilers, mas se vocês quiserem ler sem se preocupar com isso, achei um site que explica bem todo o anime: É só um Desenho, mas se você quiser uma versão engraçada da história toda, tem a Desciclopédia. Mas ambos os sites contam todo o anime, do início ao fim.


De uma forma geral, o anime é arrastado, com pouca ação e menos romance ainda. É até difícil continuar depois do primeiro episódio. Os personagens principais não têm muito carisma e demora até o espectador se sentir envolvido pela trama. Mas de alguma forma, vale a pena. Eu sei o quanto esse depoimento é contraditório.

Vários episódios parecem fillers, meio que para encher o saco espaço. Porém por mais que o episódio pareça não fazer sentido nenhum para a trama central (e em 90% do tempo não faz mesmo), ele cumpre um certo papel, deixa jogado ali uma informação importante para o resto da história... É uma informação mínima, mas que está lá, em algum lugar.

Encerramento

Algo que me desagradou mesmo em Ergo Proxy é a escuridão. Não basta o anime ser quase todo em tons de preto e cinza, as cenas são sempre escuras. Eu assisto os animes no celular, geralmente no caminho para o trabalho (sim, eu tento aproveitar meu tempo ao máximo), mas esse anime foi muito difícil de enxergar ao ar livre. Ou seja, recomendo tentarem ver Ergo Proxy em ambientes fechados e com pouca luz... e mesmo assim não sei se vão ver muita coisa.

Mas um ponto superpositivo é a trilha sonora. É um rock meio-tecno-meio-deprê. É um estilo que me lembra muito as músicas de Bubblegum Crisis Tokyo 2040 (que aliás é um anime que tem muitas semelhanças com esse).

No final, sinto que o anime de 23 episódios, poderia ter sido feito em 12. E depois do último episódio, senti que precisava que alguém me explicasse o que aconteceu. Achei que não tinha entendido nada. Mas quando li o É só um Desenho, percebi que todas as informações já estavam na minha cabeça e que eu só precisava ter me esforçado um pouco mais para ver que eu tinha entendido a trama toda sozinha antes.

Vergonha da minha preguiça. Por isso, se você for ver Ergo Proxy, ao final, tente entender tudo sozinho, faça esse exercício, coloque os principais pontos do anime em ordem, os porquês e tal. Depois compare suas conclusões com os sites das interuebes!



Nenhum comentário:

Postar um comentário